Curso de Jornalismo da UniSatc terá menos tempo de duração

“Nova matriz curricular foi elaborada visando o profissional do futuro, que busca mais flexibilidade e também contato com os avanços da comunicação” .

A matriz curricular do curso de Jornalismo da UniSatc foi atualizada para o próximo ano. A partir de 2021, os novos alunos contarão com mais disciplinas voltadas aos avanços da comunicação e também com mais flexibilidade dentro da grade, que possibilitará que a graduação seja concluída em um menor período de tempo. De quatro anos, o curso passará a ter três anos e meio de duração.

A nova grade de ensino engloba três eixos de estudo que visam contribuir na formação do jornalista do futuro:

  • Formação específica, com matérias ligadas à essência do Jornalismo;
  • Formação contextual, com disciplinas ligadas a interdisciplinaridade da comunicação, como Teorias da Comunicação e Marketing;
  • Formação da comunicação do futuro, com disciplinas ligadas ao entretenimento e conteúdo, como produção de vídeos e engajamento nas redes sociais.

Conforme a coordenadora do curso de Jornalismo da UniSatc, Kaki Farias, a graduação continua seguindo os princípios básicos do Jornalismo, mas agora com disciplinas mais voltadas às especificidades do que propriamente para os meios de comunicação. “Temos profissionais que atuam em veículos de comunicação, mas também cresceu o número de pessoas que atuam com o digital e a comunicação corporativa”, pontua.

Outro diferencial da nova matriz é que agora projetos acadêmicos, como o desenvolvimento de documentários e grandes reportagens, serão componentes curricular. Desta forma, o aluno não precisará seguir um cronograma para finalizar essas atividades. “A produção desses projetos continuará sendo obrigatória, mas os acadêmicos poderão fazer no momento em que eles quiserem, como finais de semana e períodos da tarde, possibilitando assim a conclusão do curso em menos tempo”, destaca a coordenadora.

Mesmo com as mudanças, a graduação em Jornalismo da UniSatc continua sendo 100% presencial, com professores em sintonia com o mercado e ligados à pesquisa. É um dos poucos cursos da região classificados com quatro estrelas no Guia do Estadão, além de contar com bons índices no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), e reconhecimento do Ministério da Educação (MEC).

Para a coordenadora do curso, a formação de qualidade oferecida pela UniSatc beneficia toda a região. “Hoje, não há sequer um veículo ou empresa da região que não tenha um jornalista formado pela UniSatc. O que muito nos orgulha porque nós repaginamos e profissionalizamos o cenário da comunicação aqui no Sul”, completa.

Filipe Gabriel
Assessoria de Imprensa da Satc

ÚLTIMAS NOTÍCIAS