Cultivo de ostras, vieiras, mexilhões e berbigões em Penha está interditado

A Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural comunica a interdição dos cultivos de ostras e mexilhões da localidade Praia Alegre, no município de Penha, devido à presença de Escherichia coli (E. coli) acima dos limites permitidos. A partir desta quarta-feira, 11, está proibido retirar e comercializar ostras, mexilhões, vieiras, berbigões e seus produtos, inclusive nos costões e beira de praia dessa área.

A medida foi necessária após exames laboratoriais detectarem a concentração de coliformes fecais acima dos limites permitidos para o consumo de moluscos bivalves. A restrição passa a ser agora para as duas localidades produtivas de Penha, Praia Alegre e Armação do Itapocoró.

A Cidasc segue com o monitoramento constante das áreas de produção de moluscos interditadas e arredores. Os resultados dessas análises definirão a liberação ou a manutenção das interdições das áreas afetadas. As localidades interditadas serão liberadas após dois resultados consecutivos que demonstrem que os moluscos estão aptos para o consumo.

Santa Catarina é o maior produtor nacional de moluscos, com 39 áreas de produção distribuídas em 11 municípios do Litoral. O setor gera mais de 1.900 empregos diretos e a produção gira em torno de 13 mil toneladas de mexilhões, ostras e vieiras.

Monitoramento constante

Santa Catarina é o único estado do país que realiza o monitoramento permanente das áreas de cultivo. O Programa Estadual de Controle Higiênico Sanitário de Moluscos é um dos procedimentos de gestão e controle sanitário da cadeia produtiva, dando garantia e segurança para os produtores e consumidores.

Ana Ceron – Assessoria de Imprensa

Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Evento Beneficente | “Semana do Bem” contará com Preta Gil

Finalidade exclusiva é arrecadar recursos para as atividades de acolhimento de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social promovidas pela Associação Beneficente Santa Fé Outubro...

Líder de seita de sexo é sentenciado a 120 anos de prisão

Keith Raniere, criador da deturpada seita de sexo Nxivm, foi condenado hoje a 120 anos de prisão por seu papel como líder do culto....

Médico causa polêmica ao oferecer atestado permitindo que pessoas não usem máscara

O médico Sergio Marcussi, proprietário de um consultório na Savassi, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, causou polêmica nesta terça (27). Pelas redes sociais,...

Quantas xícaras de café podemos tomar por dia sem prejudicar a saúde

Segunda bebida mais consumida do mundo – perdendo apenas para a água na lista das preferências líquidas da humanidade – o café, para os brasileiros, é de tal forma...