Criciúma pode se tornar a capital do carro elétrico

Conhecida como a capital do carvão e do revestimento cerâmico no Brasil, Criciúma agora pode ser a do carro elétrico. Isso porque a startup M3E3 Mobilidade e Energia, do Paraná, especializada nesse segmento, pretende instalar fábrica no município, que deve ser a primeira em Santa Catarina.

Os sócios-fundadores da empresa, Carlos Motta, Gustavo Freire e Wagner Yonegura, se reuniram nesta segunda-feira, dia 25, no Paço Municipal, com o prefeito Clésio Salvaro e outros representantes do município para apresentar o projeto e um protocolo de intenções.

“Escolhemos Criciúma para desenvolver essa iniciativa por ser uma cidade inovadora com uma localização privilegiada, por ter uma gestão que valoriza a inovação e a tecnologia e que, acima de tudo, tem vontade de crescer e expandir. Queremos desenvolver toda a cadeia produtiva e mão de obra qualificada aqui. A ideia é que Criciúma seja também o polo do carro elétrico”, declara Motta.

O protocolo de intenções, com tratativas para iniciar a implantação da fábrica, foi entregue para o prefeito, durante a reunião. “Estamos de portas abertas para essa iniciativa e daremos total apoio. Precisamos desenvolver ainda mais a nossa cidade. Criciúma é um local com um potencial de crescimento incrível e esse projeto vai colaborar muito para isso”, afirmou o chefe do Executivo.

Protocolo de intenções

No documento, entregue ao prefeito, foi solicitado a identificação de locais para a implantação da área, onde a M3E3 e seus fornecedores vão se instalar; o levantamento de impacto do empreendimento no município; a identificação de possíveis fornecedores, parceiros e investidores para o empreendimento; a definição de tratativas junto aos governos estadual e federal e outras instituições, com o objetivo de conquistar o apoio técnico, material ou institucional; entre outros pedidos.

Com informações da OCP News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS