Criciúma : CDL realiza estudo sobre potencialidades do varejo

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Criciúma, em parceria com o Sebrae, realizará, a partir deste mês, um estudo de potencialidades do varejo. A ideia é analisar as tendências de futuro para o comércio da cidade, promovendo uma análise do ambiente territorial, do perfil de negócios e das oportunidades existentes para o varejo. Com o levantamento, também será possível apoiar os lojistas na atualização dos modelos de negócios já existentes, ampliando sua visão frente às mudanças de comportamento do consumidor.

O presidente da entidade, Tiago Marangoni, pontua a importância do estudo, e de que forma ele auxiliará os associados da CDL. “Com o diagnóstico em mãos, teremos uma visão de futuro mais clara. Poderemos, inclusive, focar na descentralização do comércio e na criação de outros polos comerciais de uma maneira ainda mais assertiva. É um projeto de magnitude alta, minucioso e detalhado, que dará uma base sólida para o comerciante seguir com o seu trabalho”, explana Tiago, ao lembrar: “esta é mais uma ação realizada pela CDL com o objetivo de apoiar o associado, dando a ele as ferramentas necessárias para alcançar resultados cada vez melhores frente ao negócio”.

“Levantamento será realizado em parceria com o Sebrae, ouvirá milhares de pessoas e analisará as tendências de futuro para o comércio da cidade”.

O levantamento tem a previsão de entrega no mês de novembro, após serem ouvidas milhares pessoas. Por meio dele, será possível analisar o atual cenário do comércio da cidade; identificar o perfil cultural do varejo da região, o crescimento da cidade e os potenciais polos comerciais; mobilizar lideranças; mapear o perfil do consumidor por faixa etária e comportamento de compra; criar uma visão unificada de oportunidades de trabalho; além de propor um catálogo de projetos e indicadores de desempenho do varejo.

O consultor Timóteo Paes de Farias, da Poiesis Conexões Criativas, explica que o estudo será dividido em quatro etapas: preparar, entender, cocriar e apresentar. “Faremos o levantamento de dados no varejo. Entenderemos a situação por meio de pesquisa com lideranças, análise de megatendências, estudo de potencialidades, seleção de oportunidades chave e identificação do ambiente espacial do comércio. Após estas etapas, será elaborado o catálogo dos projetos, com análise e validação de cada um deles, seguindo com o encontro de apresentação e finalização”, complementa Timóteo.

Reportagem: Izi Comunicação 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS