Crianças recebem computador por empréstimo para assistir aulas on-line

Colégio SESC está promovendo uma ação cidadã para possibilitar que seus alunos que não possuem computador em casa assistam às aulas on-line e participem dos encontros realizados à distância. Por meio dessa iniciativa, mais de 200 crianças serão beneficiadas com o empréstimo de computadores da escola.

Para criar e desenvolver a ação, o SESC fez um levantamento e está emprestando o equipamento aos estudantes do ensino fundamental. A previsão é que 213 alunos sejam assistidos em duas cidades mineiras: 112 em Araxá e 101 em Governador Valadares. Algumas crianças até já receberam.

Mylene Vitória Gonçalves Mascena, de 11 anos, aluna do Colégio SESC de Valadares, já está com o seu computador. Ela foi contemplada por meio de sorteio. A avó de Myllene, Maria Aparecida Rodrigues Mascena, disse que quando a família recebeu a notícia, foi uma alegria imensa: “Ela estava assistindo às aulas no celular, mas sempre dava problema, o celular travava. Agora está tudo bem, graças a Deus”.

Na casa simples, no Bairro Santa Helena, periferia da cidade, Mylene agora pode assistir às aulas on-line com maior conforto visual. As vantagens são inúmeras, a começar pelo tamanho da tela na qual os colegas e a professora aparecem para as aulas. “Aqui é bem melhor que no celular”, disse.

Alegria e orgulho

Fabiana Souza, professora de Mylene, acredita que a participação dos alunos vai aumentar. Com o decorrer dos dias, ela vai avaliar como foi a chegada dos estudantes beneficiados às aulas, mas adiantou que a ação é motivo de alegria para as crianças e de orgulho para ela: “A escola está demonstrando que pode fazer mais pelos seus alunos”.

A coordenadora de educação e atendimento psicossocial do SESC, Caroline Zagnoli, avaliou como positiva a atuação abrangente e acolhedora da instituição. “Estamos em um momento delicado para todos, por isso, buscamos estratégias diferentes para lidar com nossos diferentes perfis de alunos. Faz parte do nosso papel como instituição de ensino com o olhar sempre voltado para o social, em estar presente e buscar soluções para o estudante e também para a família”, afirmou.

Reportagem: Tim Filho Especial para o EM.com.br

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Gruta de acesso as localidades do interior de Orleans está sofrendo invasão de furto de flores

As caminhadas costumam começar bem cedinho principalmente nos fins de semana e feriado, e seguem até por volta das 16h já que escurece cedo,...

Morre voluntário brasileiro de testes de Oxford; empresa não diz se ele tomou vacina ou placebo

SÃO PAULO - Um voluntário brasileiro da pesquisa da vacina contra a covid desenvolvida em parceria pela Universidade de Oxford com a farmacêutica AstraZeneca morreu por complicações da covid-19. Não se...

Núcleo Jovem de Içara lança canal no YouTube com Talk sobre marketing nesta quinta-feira

O Núcleo Jovem da Associação Empresarial de Içara vai estar presente também no YouTube a partir desta semana. A primeira participação na plataforma de...

Com lojas fechadas por 26 dias em meio à pandemia, varejo de Criciúma precisou de reinventar

"Presidente da CDL, Andréa Salvalággio, compartilhou aprendizados no Alfa Talk desta semana". Desaprender para reaprender. A máxima de muitos setores durante a pandemia não foi...