Condenado a mais de 400 anos por mortes em presídio é preso em igreja

Condenado a mais de 400 anos de prisão, o homem, de 38 anos, foi preso na noite da última sexta-feira (28/5), pela Polícia Militar de Rondônia. As informações são do site Rondônia Agora.

Ele estava foragido e foi preso enquanto participava de um culto em uma igreja na Zona Leste de Porto Velho.

Ao ser localizado pela polícia, o foragido chegou a apresentar uma documentação falsa para os agentes.

É acusado de ter participado das mortes de vários condenados, durante uma rebelião, em 2002, no presídio José Mário Alves, conhecido como Urso Branco.

Em 15 de dezembro de 2019, ele conseguiu fugir do presídio José Tiago Aguiar Afonso, local para onde havia sido transferido após a rebelião.

Segundo a polícia, no tempo em que ficou fora da cadeia,  continuou cometendo crimes, chegando a ser preso em em Nova Aripuanã, no Amazonas, após um roubo. Dias depois, no entanto, ele acabou fugindo.

Metrópolis

ÚLTIMAS NOTÍCIAS