Comunidades serão ouvidas sobre pesca com aviãozinho

Reuniões agendadas para a próxima semana em Laguna vão debater o projeto de mapeamento e caracterização das áreas de pesca com o aviãozinho no Complexo Lagunar Sul de Santa Catarina. Os encontros são voltados às comunidades pesqueiras que utilizam as lagoas Santo Antônio dos Anjos e do Imaruí para a captura do camarão, atualmente em período de defeso.

Os encontros são organizados pela Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), com apoio da Secretaria Municipal de Pesca e Agricultura (Sepagri). “As reuniões sobre o complexo são referentes aos ordenamentos para a demarcação da pesca com o aviãozinho, onde os pescadores só poderão pescar dentro destas áreas”, reforça o extensionista de Pesca da Epagri, Jefferson Oliveira.

O público-alvo, além dos pescadores, são os representantes de entidades de classe ligadas à pesca e instituições parceiras como Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) e Polícia Militar Ambiental (PMA).

O primeiro encontro será às 9h, do dia 13 de outubro, no auditório da prefeitura, no Centro Administrativo e Comercial Tordesilhas, e é voltado para os pescadores das comunidades do Distrito de Ribeirão Pequeno e dos bairros Ponta das Pedras, Esperança, Portinho, Vila Vitória, Magalhães e Progresso.

No mesmo dia, às 14h, no salão paroquial de Cabeçuda, ocorre reunião voltada aos bairros Cabeçuda, Mato Alto, Barranceira e Bentos. Já no dia 14, às 14h, no salão paroquial de Caputera, a reunião é voltada aos moradores daquela localidade e também de Perrixil e Estreito.

Com informações do Agora Laguna

ÚLTIMAS NOTÍCIAS