Comunidade de mulheres transforma resíduos de construção em arte em Cabo Verde

Como transformar o que era considerado lixo em algo de valor? A reciclagem é sabidamente uma das formas de tentar reduzir os danos da intervenção humana no nosso mundo, mas há diversas formas de fazer isso. Para as mulheres da comunidade de Ribeira da Barca, pequena vila no noroeste do arquipélago de Cabo Verde, os resíduos da construção civil se tornaram material para a produção de peças de design e arte que podem transformar a economia daquela região.

O projeto impact – palavra em crioulo cabo-verdense para impacto – é uma iniciativa de mulheres de Ribeira da Barca que transforma entulho em lajotas criativas com grande apelo estético

Cabo-verde conta com uma alta taxa de famílias de mães solteiras: em 30% dos lares, só há mulheres no comando

A ex-colônia portuguesa passa por diversos problemas econômicos; sem espaço para produção econômica e sem tecnologia, a principal renda de Cabo Verde vem do turismo, que foi drasticamente abalado no último ano por conta da pandemia.

Para tentar sair da subserviência e encontrar uma forma de vida, as mulheres de Ribeira da Barca passaram a desenvolver, em parceria com duas arquitetas portuguesas, lajotas artísticas com a areia oriunda de construções abandonadas no país.

Lajotas produzidas pelo projeto impact

Através da criação das mulheres cabo-verdenses, a ideia é reduzir a poluição marítima e concretizar a estética tradicional do país. A areia é recombinada com plástico (também reciclado) e forma blocos de concreto que podem servir ao mundo todo como um símbolo do arquipélago do noroeste africano e como uma boa ideia para uma prática sustentável e bela de construção.

Formalizado ao fim de 2020, o projeto se chama Exploratório com impact: design participativo para o habitat dos 99% e será continuado para expandir a arte cabo-verdense para o resto do mundo e financiar as mulheres de Ribeira da Barca em sua empreitada ecológica e artística.

Redação Hypeness
Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 4)
Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 5)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS