Comércio inicia o ano com liquidações em Chapecó

O mês de janeiro é tradicionalmente o período de liquidações no comércio. Queima de estoque e descontos que chegam a até 80% são atrativos para o consumidor e buscam aquecer as vendas dos lojistas no início do ano. Em Chapecó, segundo projeção da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), as promoções devem aumentar em 10% as vendas no período e dar fôlego ao setor impactado pela crise sanitária.

“Tivemos um ano difícil para o setor, de perdas provocadas pela pandemia, mas, mesmo assim, fechamos dezembro de forma positiva, especialmente no e-commerce. As liquidações de janeiro são uma aposta dos lojistas para aquecer o setor, limpar estoques e iniciar bem o ano com recuperação econômica”, ressalta o presidente da CDL Chapecó, Clóvis Afonso Spohr.

O dirigente vê 2021 com mais otimismo diante da chegada da vacina e controle da pandemia. “A retomada da economia depende disso. Nossa expectativa é de aquecimento já no primeiro semestre, com recuperação gradativa durante o ano. Será um período para renovarmos a esperança, evoluirmos e superarmos os desafios. Com certeza estamos mais fortes e preparados”, projeta Spohr. 

Para os lojistas de Chapecó o otimismo não pode faltar e serve como um álibi de venda. Por isso, as promoções no comércio do município projetam bom movimento no mês inteiro.  A gerente da Pittol Calçados, Andréia Rodrigues da Costa, estima aumento de 5% nas vendas em janeiro, com liquidações em todos os setores que variam de 20% a 30%, além de parcelamento em até 21 vezes sem juros. “Fechamos dezembro com 8% de aumento nas vendas, o que nos deixou felizes pelo momento de retração vivido. A alta esperada para janeiro não é grande, mas também é positiva para iniciarmos o novo ano com maior movimento nas vendas”, aponta.

Solange Miranda, proprietária da Tigre Modas, também prevê aumento nas vendas no mês. A loja de confecções está com liquidações que variam de 20% a 50% em boa parte da seções. “As promoções de início de ano já são tradicionais e neste ano se tornam ainda mais relevantes para a retomada do setor. O consumidor só tem a ganhar com os descontos e pode iniciar 2021 com boas compras”, afirma. 

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

ÚLTIMAS NOTÍCIAS