Com 11 casos suspeitos em Criciúma, reunião apresenta ações do Governo Municipal no combate ao coronavirus

Mesmo sem nenhum caso confirmado em Criciúma até o momento, mas com 11 casos suspeitos e em internação domiciliar, a Administração Municipal está em alerta e reforça as medidas de prevenção do novo coronavírus (COVID-19). O prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, vice-prefeito, Ricardo Fabris, e o secretário municipal de Saúde, Acélio Casagrande, realizaram uma reunião multissetorial de esclarecimento sobre as ações de prevenção em Criciúma e região na tarde desta sexta-feira (13), no Salão Ouro Negro do Paço Municipal Marcos Rovaris. Além das ações de prevenção, também foi abordado a antecipação, planejamento e coordenação estratégica contra o vírus.

Uma das ações da Administração Municipal é preparar a Unidade Básica de Saúde (UBS) Central, localizada na rua João Cechinel e próxima ao Hospital São José, como um centro de triagem para atender os eventuais casos relacionados ao COVID-19. Em consequência disso, a atual estrutura da UBS será transferida para o novo prédio na rua João Pessoa nos próximos dias. Além disso, a Vigilância Epidemiológica divulgará boletins diários sobre a situação em Criciúma.

A campanha com medidas de prevenção, que circula desde fevereiro no município, vai ser reforçada para a população com a divulgação nos meios de comunicação. “Temos há algum tempo um comitê para discutir as medidas contra o coronavírus. Tomamos as devidas providências, assim como em 2010 com o H1N1. Não é motivo para pânico, mas é preciso se prevenir”, frisou Salvaro. Até o momento, nenhum evento da cidade está cancelado.

O Plano de Contingência Municipal foi apresentado pelo secretário de Saúde e visa a antecipação e prevenção quanto à possibilidade de confirmar a presença de coronavírus no município e na região. “Cada distrito, que é como nós chamamos as cinco regiões de Criciúma, terá um profissional para fazer o atendimento domiciliar caso necessário. Aqui também fica claro a importância de fazer um centro de triagem como referência”, ressaltou Casagrande.

Ao final do evento, os médicos  infectologistas Mônica Junckes e Roberto Oening se colocaram à disposição para tirar dúvidas e dar orientações sobre a doença. Estiveram presentes as equipes multissetoriais da Saúde, prefeitos da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec), autoridades civis, religiosas, entidades de segurança, Defesa Civil, imprensa e outras entidades.

Capacitação para profissionais da Saúde

As equipes multiprofissionais da Secretaria Municipal de Saúde passaram por mais uma capacitação sobre a situação atual e as procedências do novo coronavírus, também na tarde desta sexta-feira (13). Ainda durante o encontro, foi abordado o Plano de Contingência Municipal, que traz orientações em relação ao atendimento e níveis de resposta. O Plano de Contingência deve ser liberado para os profissionais de saúde, ainda, neste fim de semana.

Os casos suspeitos no município estão sendo monitorados diariamente via Secretária de Saúde. O apoio mútuo entre os municípios da região tem sido fundamental na concentração de esforços no combate ao vírus.

Recomendações da Vigilância Epidemiológica/Setor de Agravos:

• Primeiramente sem pânico, apesar do cenário mundial, não temos nenhum caso confirmado até o momento no município, portanto é tempo de intensificarmos as medidas de prevenção e controle, para fazermos uma história diferente;
•Lave sempre as mãos;
• Cubra o rosto quando tossir ou espirrar (de preferência com o ombro e o antebraço);
• Desconsiderem informações recebidas de fontes não oficiais. As fontes oficiais são: Vigilância Epidemiológica do município; Diretoria de Vigilância Epidemiológica de SC (DIVE), Ministério da Saúde (MS) e Organização Mundial de Saúde (OMS);
• Evite aglomerações e circulação por locais com grande número de pessoas;
• Evite beijos, abraços e apertos de mão;
• Mantenha os ambientes arejados;
• Visitas aos idosos podem esperar. Os idosos são a população mais vulnerável, portanto cabe protegê-los e dentro do possível utilizar os meios de comunicação;

• Ao apresentar sinais e sintomas de alerta procure a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima. Muito importante evitar idas desnecessárias aos serviços de urgência, para evitar risco maior.

Com in formações do Portal Litoral Sul

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Tubarão | Grupo Cáritas Diocesana ensina profissão a imigrantes

Numa ação solidária, imigrantes atendidos pelo grupo Cáritas Diocesana de Tubarão estão aprendendo uma profissão. Está em andamento o projeto “Padaria Solidária dos Imigrantes”. Nos...

Federação das Indústrias de Santa Catarina lança conteúdo exclusivo para profissionais em busca de emprego

A pandemia do coronavírus teve impacto direto na alta do desemprego no Brasil. Dados da PNAD Covid-19, do IBGE, apontam que o número de...

Empresa Simples de Crédito e Cadastro Positivo surgem como alternativas de crédito para micro e pequenas empresas

Nem sempre as condições são fáceis para que micro e pequenos empreendedores consigam crédito ou capital de giro para seus negócios. No ano passado,...

O colorido na lateral do cemitério de Orleans tem chamado a atenção

O Campo Santo de Orleans já algum tempo vem passando por várias reformas e uma em especial chama a atenção, a pintura da lateral...