Cocal do Sul | Secretaria de Assistência Social registra mais que o dobro de atendimento médio no período de pandemia

Com a necessidade de isolamento social devido a pandemia do novo Coronavirus, muitas pessoas deixaram de trabalhar, e por consequência, deixaram de ter renda, passando a depender de doações e do poder público. Nesses quase três meses de cuidados redobrados devido a COVID-19, a Secretaria de Assistência Social de Cocal do Sul vem registrando um aumento dos números de atendidos. A média de famílias atendidas no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) saltou de 140 por mês, para 330, totalizou 823 atendimentos presenciais, de 30 de março até a primeira quinzena deste mês.

O cadastramento emergencial de novas famílias que passaram a se encontrar em situação de vulnerabilidade devido ao período de isolamento e perda da renda famílias, somados aos atendimentos as famílias que já eram assistidas anteriormente, também foram realizadas. De março a junho foram fornecidas um total de 510 cestas básicas, 114 caixas de leite, além dos kits de produtos de limpeza e higiene pessoal. “Foram fornecidos esses auxílios pela prefeitura e por doações de empresas, ONGs, campanhas por Lives realizas, além de doações de pessoas que se sensibilizaram com a situação e disponibilizaram as contribuições”, relata o secretário interino de Assistência Social, Juarez Fogaça, o Jura.

A secretaria também realizou a distribuição de máscaras e roupas. Foram 7.700 máscaras, sendo 5.500 confeccionadas pelo próprio CRAS e 2.200 recebidas por doações. Do período de 18 a 29 de maio, 62 famílias receberam roupas e calçados. Segundo a assistente social, Patrícia de Lucca Baschirotto, o CRAS ainda auxiliou no encaminhamento a benefícios eventuais como auxílio natalidade, kit bebê, auxílio funeral, auxílio fotografia, e no auxílio a documentações.

O CRAS de Cocal do Sul ainda conta com atendimento da Assistente Social Paula Thomaz Zavarise, e das psicólogas Cristiane dos Santos Fernandes e Jéssica Gislon Sazan.

Novos canais de atendimento

Além disso as formas de atendimento também foram ampliadas e adaptadas conforme o período de pandemia. Para a gestão de programas como Bolsa Família e Cadastro Único (CadÚnico) foram adotadas medidas como o canal de comunicação via whatsaap.

“Tomamos essas medidas para que o maior número de famílias tivesse acesso as informações”, explica Jura. Segundo ele, os atendimentos também se deram por telefone fixo, whatssap, e-mail, além de agendamentos presenciais emergenciais.

“Essas medidas foram adotadas seguindo portarias do Ministério da Cidadania para manter o isolamento social e prevenção do COVID-19, e mesmo com um grande número de atendidos realizados por todos os canais para cadastramento, atualizações, orientações e dúvidas sobre os programas sociais, todos fluíram de forma tranquila e dentro do esperado relata a responsável pelo Cad Único e Programa Bolsa Família Jane kafcka.

CREAS

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) também esteve ativo, apesar de necessário o fechamento dos equipamentos por 15 dias, para cumprimento do decreto estadual. Durante o período de isolamento foram aplicadas as medidas socioeducativas e ações a pessoas em situação de rua, trabalhando com todos os cuidados e proteções aos seus profissionais e usuários.

Foram realizadas orientações sobre Auxilio Emergencial, auxilio alimentação (cestas básicas), além de orientação as formas de proteção ao Covid-19, uso de mascaras, álcool em gel, assim como o fornecimento de materiais aos usuários atendidos no CREAS. Atendimentos referentes situações de violações de direitos, como da pessoa em situação de rua, fornecendo kit higiene e mascaras, realizado busca ativa e feito orientações em relação a saúde dessas pessoas, também foram realizados.

“Desde o início da quarentena decretada pelo Governo do Estado, uma das principais preocupações nossas foi com as famílias em situação de vulnerabilidade social”, reforça a Psicóloga Luciana Jerónimo. Para a pedagoga Luiza Helena Martins, um amplo trabalho vem sendo realizado pela a Secretaria de Assistência Social. “Estamos fazendo um amplo e complexo trabalho junto as famílias no nosso município, afim de mantermos o contato e o cuidado para prevenir o Coronavirus”, relata.

Os serviços ligados a secretaria de Assistência Social de Cocal do Sul, atendem pelos seguintes canais:

-CRAS: Fone Fixo/Whatsapp: 3444-6059 – E-mail cras@cocaldosul.sc.gov.br, ou secretaria_social@cocaldosul.gov.sc.br

-CREAS: Fone Fixo/Whatsapp: 3444-6034 – E-mail creas@cocaldosul.sc.gov.br

-Bolsa Família: Fone Fixo/Whatsapp: 3444-6062 – E-mail bolsafamilia@cocaldosul.sc.gov.br

-Gestão: Fone Fixo/Whatsapp: 3444-6063 – E-mail acaosocial@cocaldosul.sc.gov.br

Antônio Rozeng: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Cocal do Sul

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Homem desaparece no Cânion das Laranjeiras em Bom Jardim da Serra

Os Familiares de Manoel Messias dos Santos pediram ajuda ao Corpo de Bombeiros de Bom Jardim da Serra após o seu desaparecimento na região...

Covid-19: multa e limite de clientes passam a valer em Braço do Norte

Já está valendo a multa para quem for flagrado sem máscara em Braço do Norte. A lei que autoriza a aplicação da pena foi...

Funerária Zapelini informa o falecimento da Sra. Denise Regina de Quadra Salvalágio

Faleceu as 11:00hrs  de hoje (04), vítima de acidente automobilístico, aos 40 anos a Sra. Denise Regina de Quadra Salvalágio. Deixa esposo Robson Salvalágio...

Plano Setorial de Transportes Terrestres deve ser criado até o final do ano

O Ministério da Infraestrutura (MINFRA) planeja publicar até o final do ano o Plano Setorial de Transportes Terrestres (PSTT). O projeto, segundo a pasta,...