Cocal do Sul amplia horário no plantão de saúde

“O serviço passa a atender, desde segunda-feira, 11, das 12h à meia noite”.

Uma das principais reivindicações das pessoas que vivem em Cocal do Sul é a ampliação do plantão de saúde, que é também uma das prioridades do atual governo. Visando a implantação do serviço 24h para poder atender de forma mais abrangente toda a população, a partir desta segunda-feira, dia 11, esse objetivo começa a ser colocado em prática gradativamente.

O plantão passará a atender em horário estendido, das 12h à meia noite, o que até então funcionava das 16h às 22h, de segunda a sexta-feira. “Esse plantão funciona na unidade central e é bancado pelo município, ou seja, essas mudanças serão apenas nesta unidade, já os postos de saúde e ESFs continuarão seguindo o horário padrão do governo federal”, explica o prefeito e atual secretário de saúde do município, Fernando de Fáveri. Já aos sábados, domingos e feriados o funcionamento, que até então era das 8h às 20h, passará a ser das 8h às 22h.

“Há uma empresa contratada para prestar este serviço, ou seja, o município é obrigado a manter o contrato, portanto houve um acordo para ampliar o horário de segunda a sexta-feira. Toda segunda-feira haverá também dois médicos, pois é o dia de maior movimento”, comenta de Fáveri. Conforme o prefeito, o contrato da atual empresa que presta o serviço vencerá no mês de julho, portanto haverá um novo processo de licitação para poder implantar efetivamente o plantão 24h.

Os postos de saúde e as Unidades da Estratégia de Saúde da Família (ESFs) permanecerão atendendo das 8h às 12h e das 13h às 17h, seguindo o horário padronizado pelo Governo Federal.

À espera pela vacina: Cocal do Sul está preparada

Nos últimos tempos, além do coronavírus, a esperança por dias melhores também tem circulado por todo o lugar, visto que muitos têm aguardado ansiosamente pela vacina contra a covid-19. Porém até agora ainda não há um prazo definido e nem a absoluta certeza de qual vacina virá para Santa Catarina, mas no Sul do estado muitas cidades já estão se preparando para a sua chegada, como é o caso de Cocal do Sul.

Conforme de Fáveri, a cidade já está preparada para receber a vacina, e ao que tudo indica, poderá ser a CoronaVac. “Temos a informação do secretário de Estado da Saúde que a vacina feita pelo Butantan será distribuída para os municípios e a vacinação acontecerá entre o fim de janeiro e início de fevereiro. Cocal do Sul já está preparada, os nossos profissionais da área da saúde já estão capacitados” ressalta.

De acordo com o coordenador de saúde em Cocal do Sul, Sidney Duarte de Oliveira, o município está preparado para receber doses da CoronaVac devido à sua temperatura, que pode ser de 2 a 8 graus, podendo utilizar as geladeiras domésticas para poder conservar as vacinas.

Atualmente, Cocal do Sul conta com sete unidades com salas de vacina, cada uma com geladeiras que conservam com a temperatura ideal para a CoronaVac, além de três câmaras frias. Além da qualificação dos profissionais da saúde, que estão capacitados para imunizar em massa a população, o município já preparou cada unidade de vacinação, qu estarão distribuídas nos bairros Jardim Elizabeth, Jardim Itália, Vila Nova, Unidade Central, Bairro Centro e Guanabara.

Vale ressaltar que o município irá seguir o Plano Nacional de Vacinação contra a covid-19, conforme cronograma federal, respeitando os grupos prioritários, que foram assim definidos: trabalhadores da área da saúde (incluindo profissionais da saúde, profissionais de apoio, cuidadores de idosos, entre outros); pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas; população idosa (75 anos ou mais); indígena aldeado em terras demarcadas aldeados; comunidades tradicionais ribeirinhas e quilombolas; população em situação de rua; morbidades (Diabetes mellitus; hipertensão arterial grave (difícil controle ou com lesão de órgão alvo); doença pulmonar obstrutiva crônica; doença renal; doenças cardiovasculares e cérebro-vasculares; indivíduos transplantados de órgão sólido; anemia falciforme; câncer; obesidade grau III); trabalhadores da educação; pessoas com deficiência permanente severa; membros das forças de segurança e salvamento; funcionários do sistema de privação de liberdade; trabalhadores do transporte coletivo, transportadores rodoviários de carga; população privada de liberdade.

Amanda Farias: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Cocal do Sul

ÚLTIMAS NOTÍCIAS