Chuvas favorecem trigo no Sul

Nas primeiras semanas deste mês, as regiões Norte e Sul do país foram as mais favorecidas pelas chuvas. De acordo com análise do último Boletim de Monitoramento Agrícola Cultivos de Verão e Inverno (Safra 2020/21), publicado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), no Sul as chuvas contribuíram para a recuperação do armazenamento hídrico no solo.

O boletim traz informações sobre as condições agrometeorológicas e do comportamento das lavouras, em imagens de satélites e no campo, com o monitoramento das principais regiões produtoras de grãos, considerando os cultivos de verão e inverno.

No Rio Grande do Sul o cenário favorece as lavouras de trigo. Há mais faixas com altos índices de chuva do que com baixo. Essa condição expressa a predominância de lavouras de trigo com bom vigor vegetativo, maior do que na safra anterior. Cenário parecido em Santa Catarina. No Oeste Catarinense e no Noroeste Rio-Grandense, o Índice da safra atual está crescendo, acima da safra anterior e da média histórica.

Já no Paraná, as chuvas foram insuficientes na metade norte do estado, dificultando o desenvolvimento dos cultivos de inverno, principalmente das lavouras em estádios menos avançados.  Os histogramas das principais regiões produtoras dos três estados mostram um padrão semelhante entre a safra atual, a safra anterior e a média histórica em quase todas as regiões produtoras do Paraná, com uma leve tendência negativa no Norte Pioneiro, e positiva no Sudoeste Paranaense, percebidas através da maior e menor quantidade de áreas na faixa de altos valores do Índice, quando compara-se a safra atual com a anterior.

Por: AGROLINK –Eliza Maliszewski

ÚLTIMAS NOTÍCIAS