China é engolida por tempestade de areia recorde em novo alerta sobre poluição

A pior tempestade de areia em 10 anos deixou o céu de Pequim amarelo na última segunda-feira (15). A poeira fez voos serem cancelados por conta da baixa visibilidade e escolas foram fechadas em algumas cidades. Outras áreas ao norte da China também foram afetadas. De acordo com o Centro Meteorológico Nacional, o fenômeno natural se iniciou no deserto de Gobi, na Mongólia.

Qualidade do ar 

As imagens mostram Pequim tomada por uma névoa densa. Na internet, alguns memes compararam o cenário na China à fotografia de “Blade Runner 2049”, filme de Denis Villeuneve estrelado por Ryan Gosling.

A tempestade de areia é a mais forte desde que o governo passou a adotar medidas para melhorar a qualidade do ar e diminuir a poluição. Porém, segundo o jornal americano The New York Times, a recuperação industrial pós-Covid, o impacto das mudanças climáticas no deserto e uma forte tempestade de inverno foram a combinação explosiva para que o fenômeno acontecesse.

Chineses circulam em meio à tempestade que deixou Pequim irreconhecível.

Um crise ecológica é o que está acontecendo em Pequim”, escreveu Li Shuo, diretor do Greenpeace China, no Twitter. O ativista disse que a tempestade foi resultado da “degradação ecológica e do solo no norte e oeste de Pequim”.

Segundo as medições do Índice de Qualidade do Ar, definido pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos, os níveis de risco para partículas de areia e poeira no ar excederam o limite em Pequim. Os poluentes medidos pela concentração de partículas de tamanho considerado especialmente nocivo, também ficaram muito mais altos, sendo um risco à saúde das pessoas.

A capital chinesa ficou parecendo cenário de filme pós apocalíptico.

A tempestade de areia é vista de cima em foto feita em um avião.

Montagem mostra como Pequim ficou na segunda-feira, toda amarela, e na terça-feira, já sem a tempestade.

Redação Hypeness

Fotos: Getty Images

ÚLTIMAS NOTÍCIAS