China anuncia que não vai permitir o consumo de cães e gatos como alimento

Após proibir, em fevereiro, o comércio e o consumo de animais silvestres no país, a China aumentou a lista de restrições. Agora, o consumo de cães e gatos também não está legalizado.

Este tipo de hábito é realizado pela minoria da população atualmente, contudo, após pandemia de coronavírus, iniciada no país, o governo chinês tem feito vista grossa com relação ao consumo de carne de maneira geral – principalmente depois que ficou comprovado de que a Covid-19 chegou ao ser humano por meio de transmissão animal.

Os gatos foram simplesmente retirados da lista dos animais reconhecidos como fonte de alimento na China. Já os cães, de maneira inédita, foram retirados com uma justificativa oficial: são agora considerados como animais de estimação.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS