China anuncia que não vai permitir o consumo de cães e gatos como alimento

Após proibir, em fevereiro, o comércio e o consumo de animais silvestres no país, a China aumentou a lista de restrições. Agora, o consumo de cães e gatos também não está legalizado.

Este tipo de hábito é realizado pela minoria da população atualmente, contudo, após pandemia de coronavírus, iniciada no país, o governo chinês tem feito vista grossa com relação ao consumo de carne de maneira geral – principalmente depois que ficou comprovado de que a Covid-19 chegou ao ser humano por meio de transmissão animal.

Os gatos foram simplesmente retirados da lista dos animais reconhecidos como fonte de alimento na China. Já os cães, de maneira inédita, foram retirados com uma justificativa oficial: são agora considerados como animais de estimação.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ENTREVISTA | Terapeuta e Iridólogo Felipe da Silva, fala de seus atendimentos em Orleans

O Consultório de Terapia Holística no centro comercial Zomer & Berger no centro de Orleans, tem recebido muitos clientes da cidade e de fora...

MEC publica edital para 50 mil vagas remanescentes do Fies

Está publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira, 29, o edital do processo de inscrição para cerca de 50 mil vagas remanescentes do Fundo de Financiamento...

IMBITUBA | Após denúncias, Procon fiscaliza supermercados e atacadista para coibir aumento abusivo

Em meio a pandemia do novo coronavírus e, por conta de inúmeras denúncias feitas por moradores de Imbituba, a diretoria do Procon municipal realizou,...

Presidente Bolsonaro sanciona lei que aumenta punição a maus-tratos a animais

BRASÍLIA - Em cerimônia com a presença de cachorros no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta terça-feira, 29, o projeto de lei que aumenta...