Chapecó : Prêmio de Sustentabilidade reconhecerá 12 organizações

Com objetivo de reconhecer as empresas e entidades associadas à Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC) com as melhores práticas sustentáveis, o 2º Prêmio ACIC/Unochapecó de Sustentabilidade premiará 12 organizações, de acordo com o porte e dimensão da sustentabilidade: nove empresas, sendo três micro e pequenas, três médias e três grandes empresas, além de três entidades sem finalidade econômica. O lançamento do Prêmio ocorreu nesta segunda-feira (14), em evento on-line. A promoção é da ACIC, por meio do Núcleo de Sustentabilidade, e da Unochapecó.

O Prêmio também busca estimular a elaboração e a divulgação de práticas sustentáveis, fortalecendo o uso de indicadores de gestão baseados na sustentabilidade; incentivar as empresas e entidades a alinharem suas práticas de gestão aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), a fim de cooperar para um futuro socialmente justo e sustentável; promover a sustentabilidade como oportunidade de negócios; mobilizar e envolver os funcionários, introduzindo o tema da sustentabilidade na cultura organizacional; e despertar um olhar mais amplo sobre todas as implicações dos negócios da empresa, sua atuação e impactos.

“Essa iniciativa surgiu por meio do Núcleo de Sustentabilidade da ACIC, com sua criação em 2016. A primeira edição ocorreu em 2019. Entre os objetivos estão divulgar as práticas sustentáveis das organizações e inspirar outras empresas e entidades a também desenvolverem ações. A empresa que participa é quem mais tem ganhos, a sua história ficará registrada e trará muito aprendizado às pessoas envolvidas. As ações também promovem o desenvolvimento das comunidades do entorno das organizações, melhorando o meio onde vivemos”, destacou o presidente da ACIC, Nelson Akimoto, ao acrescentar que são pequenas ações que fazem o mundo um lugar melhor. “As empresas sustentáveis também são mais resilientes, passam melhor por momentos de dificuldades. O conceito de sustentabilidade é importante porque fortalece as organizações”.

A Unochapecó, enquanto universidade comunitária, cumpre o seu papel ao apoiar e incentivar o desenvolvimento de práticas sustentáveis. “Fazer parte desse Prêmio e pensar a sustentabilidade das empresas para nós é muito significativo, pois cumpre com nosso papel de universidade comunitária. Entendemos que as universidades têm papel fundamental de promover o desenvolvimento da região com a parceria do setor produtivo. Enquanto instituição signatária dos ODS da Organização das Nações Unidas (ONU), encontramos nesse Prêmio a oportunidade de permitir que várias organizações apresentem as suas condições diferenciadas de ações de sustentabilidade, assim como nós, da Uno, nos preocupamos diariamente com essa questão”, sublinhou o reitor Claudio Jacoski.

EXEMPLOS DE AÇÕES SUSTENTÁVEIS

Para exemplificar práticas de sustentabilidade, duas empresas reconhecidas na primeira edição do Prêmio apresentaram suas ações. A coordenadora de Marketing e Mercado da Unimed Chapecó, Marlise Iloira Gurtler, explanou sobre o projeto Eu Ajudo na Lata. Desenvolvido desde 2013 nacionalmente, o projeto está na 9ª edição em nível nacional e na 23ª em Chapecó. “Deu tão certo que localmente fizemos mais de uma edição por ano. O objetivo é arrecadar lacres que são comercializados e, com o valor, adquirimos cadeiras de roda para doar a entidades. Temos muitas parcerias para que o projeto aconteça e elas vêm naturalmente. De 2013 até agora já distribuímos 69 cadeiras de roda e arrecadamos mais de 6 mil quilos. A nível nacional já foram arrecadados 101 mil quilos. Para um quilo, são necessários 3.527 lacres. Então, além da ação social, destinamos para reciclagem o material que deixa de estar no meio ambiente”, relatou Marlise.

A gerente de Gestão de Pessoas da Renovigi Energia Solar, Débora Matté, apresentou o projeto Energia do Bem, que doa sistemas fotovoltaicos a entidades beneficentes. “O projeto surgiu como uma maneira de retribuir para a sociedade os nossos bons resultados. Já são 140 doações de sistemas fotovoltaicos. O case reconhecido no Prêmio foi a doação para a Apae de Chapecó, uma ação que envolveu os colaboradores e ficou marcada para nós, o resultado foi incrível”, sublinhou Débora. A instalação do sistema solar permite que a Apae economize significativamente o custo que teria com energia elétrica. O sistema que foi instalado por meio de parcerias possibilita a redução do gasto mensal com energia elétrica em mais de 80%.

QUEM PODE PARTICIPAR

O coordenador do Núcleo de Sustentabilidade, Eduardo Nicoleti, destacou que a intenção também é desmistificar a questão da sustentabilidade e mostrar que todas as empresas podem desenvolver ações e participar do Prêmio. “A definição de sustentabilidade está normalmente relacionada com uma mentalidade, atitude ou estratégia do que é ecologicamente correto. Porém, o conceito é mais amplo: é dividido em três pilares, o chamado tripé da sustentabilidade, que envolve as áreas social, ambiental e econômica. Portanto, um empreendimento é considerado sustentável quando é ecologicamente correto, economicamente viável e socialmente justo. Então, ações como a promoção de qualidade de vida dos colaboradores e familiares, a preservação de recursos ambientais, atividades de incentivo à educação, com controles de desperdícios e monitoramentos econômicos adequados são ações sustentáveis e que podem ser desenvolvidas por todos. Queremos multiplicar essas ideias”, salientou.

O presidente da Comissão Avaliadora do Prêmio, Sady Mazzioni, explicou questões técnicas do regulamento e período de inscrições. A 2ª edição do Prêmio ACIC/Unochapecó de Sustentabilidade contempla duas categorias de premiação: empresas associadas à ACIC – pessoas jurídicas com finalidade econômica e fins lucrativos, que explorem as diversas atividades econômicas; e entidades associadas à ACIC – pessoas jurídicas que atuam no âmbito do terceiro setor, sem finalidade econômica, constituídas na forma de Associação, Organização Social (OS), Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), Organização Não Governamental (ONG), entre outras designações. “Quem não é associado tem até a data do término das inscrições para se associar e participar”, frisou Mazzioni.

Para efeitos de premiação, as entidades serão avaliadas em categoria única e as empresas separadas por porte. Cada organização associada poderá inscrever apenas um relato de práticas sustentáveis.

INSCRIÇÕES

As inscrições poderão ser feitas no período de 14 de junho a 12 de julho de 2021. A homologação será no dia 31 de julho e a apuração dos resultados no dia 31 de agosto. O evento com a entrega da premiação ocorrerá no dia 28 de setembro deste ano. Toda programação da 2ª edição do Prêmio ACIC/Unochapecó de Sustentabilidade será on-line.

O regulamento e todos os detalhes do Prêmio estão disponíveis no site https://www.acichapeco.com.br/sustentabilidade.

Mais informações com os integrantes do Núcleo de Sustentabilidade ou com o setor de núcleos da ACIC, pelo telefone (49) 3321-2800 e e-mail nucleos@acichapeco.com.br.

Reportagem: MB Comunicação Empresarial/Organizacional

ÚLTIMAS NOTÍCIAS