Cemitério de carros elétricos é descoberto na China após falência de empresa

A empresa chinesa Pand-Auto funcionava até pouco tempo como uma espécie de Uber elétrico – uma plataforma de transporte particular que trabalhava com sua própria frota de veículos elétricos em diversas cidades chinesas. Sua falência e o fim de suas atividades, porém, criou um inacreditável cenário: um imenso cemitério de automóveis, todos idênticos e imundos, abandonados em milhares em um estacionamento como símbolos de mais uma bolha de consumo que explode deixando um rastro de desperdício e poluição.

O serviço foi inaugurado em 2015, e ao longo dos anos funcionou com mais de 20 mil veículos e 4 milhões de usuários, espalhados por 12 cidades chinesas. A empreitada parecia fadada ao sucesso, e em 2018 a empresa se uniu em parceria com outra firma, a Lifan Group, responsável pela fabricação dos veículos utilizados no serviço, para lançar o primeiro programa de viagens em veículos autônomos da cidade de Xunquim, na China. O teste durou um mês, e os resultados foram decepcionantes, levando a iniciativa a ser descontinuada – o pior, porém, estava por vir.

Carro da Pand-Auto

Antes de falir, a Pand-Auto funcionava com mais de 20 mil veículos elétricos © divulgação

No final do ano passado a Lifan declarou dívidas de mais de 4 bilhões de dólares, e acabou comprada por outra empresa – em seguida, a firma declarou falência. Em fevereiro desse ano foi a vez da Pand-Auto também entrou com pedido de falência, afirmando-se incapaz de cobrir as dívidas e mesmo os valores que já tinham sido depositados pelos usuários na plataforma – e os mais de 20 mil carros elétricos da frota ficaram sem serventia

Rapidamente a Pand-Auto começou a tentar vender os veículos a fim de amortizar parte de sua dívida, mas nem toda a frota ganhou novo dono – e milhares de carros, todos no modelo Lifan 330 EV 01, foram abandonados ao relento em um estacionamento chinês. A incrível imagem do mar de carros idênticos, em poucos meses começando a apresentar os efeitos da passagem de tempo, viralizou na internet, mas o local do cemitério de carros elétricos não foi informado –o impacto econômico e ambiental de tamanho desperdício, porém, será sentido em toda parte.

 

Vitor Paiva

© fotos: créditos© divulgação

Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 4)
Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 5)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS