Cegero implanta projeto de orientação profissional para estudantes do Ensino Médio

Com o objetivo de promover e incentivar a formação de novas lideranças, oportunizar orientação profissional e ampliar a educação cooperativista, o Comitê de Cooperativismo da Cooperativa de Eletricidade de São Ludgero (Cegero), iniciou um projeto de orientação profissional com foco na formação de novas lideranças com alunos do 3º ano do Ensino Médio da Escola de Educação Básica São Ludgero, no dia 14 de setembro.

O projeto acontece em três etapas e envolve 132 alunos. A primeira etapa, dividida em 3 turmas, teve os dois primeiros encontros realizados nos dias 14, 20 e 27 de setembro. No primeiro módulo são abordados os temas cooperativismo, liderança, sustentabilidade e responsabilidade. No segundo módulo, os temas são: mercado de trabalho atual, carreira profissional e projeto de vida. Por fim, no terceiro módulo, são realizadas as aplicações de testes de orientação profissional e devolutivas individuais. Andréia Junkes da Cunha, psicóloga, da Litz Consultoria e Treinamento, é a profissional que está executando o projeto junto aos alunos.

Segundo o coordenador do Comitê de Cooperativismo da Cegero, Flávio Schlickmann, o projeto tem dois objetivos principais: promover a orientação profissional desses jovens que estão ingressando no mercado de trabalho e na vida acadêmica, de modo a auxiliá-los em seu projeto de vida e promover a formação de novas lideranças cooperativistas, bem como o pertencimento à Cegero, de modo a manter vivo, entre os mais jovens, a filosofia do Cooperativismo e a importância da Cegero na comunidade. “Por meio desse projeto, estamos oportunizando que esses jovens compreendam um pouco mais sobre as possíveis áreas de atuação profissional, que eles podem seguir, além de intensificar a educação cooperativista que gera ótimos resultados à comunidade, se bem realizada”, enfatiza.

Para o presidente da Cegero, Francisco Niehues Neto, o projeto é um dos principais desenvolvidos pela Cegero no âmbito do Cooperativismo, por entender a importância de se investir no desenvolvimento dos mais jovens e deverá ser realizado anualmente. “A sustentabilidade da Cegero e sua continuidade depende da força e do conhecimento dos mais jovens, em especial do interesse dos mesmos em manter vivo o espírito do Cooperativismo na sociedade”, pontua o presidente.

Reportagem: Comunicação Cegero

ÚLTIMAS NOTÍCIAS