Casal é condenado após manter cães sem abrigo, água e comida

Um casal foi condenado por maus-tratos a animais depois de manter cinco cães em situação precária, sem água e comida e expostos ao sol. A decisão partiu da juíza de Direito Manoelle Brasil Soldati Bortolon, da 2ª vara da comarca de Ibirama, Santa Catarina.

O casal vai cumprir o que foi apontado pela justiça. O homem terá pena de detenção por 4 meses, e a mulher teve a pena substituída por prestação de serviços à comunidade, além de pagarem multa.

Os cinco cachorros da raça boxer ficavam acorrentados, em condições degradante de higiene, e estavam desnutridos, segundo denúncia do Ministério Público.

No local, havia uma cadela bem magra, que estava acompanhada por mais quatro filhotes. Em depoimento, o casal alegou que já recebeu a cachorra daquele jeito, que a tratavam sempre e que haviam separado a mãe dos filhotes para que eles não mamassem mais. Eles ainda justificaram que a magreza do animal era pelo fato dela ter tido os filhotes há 40 dias.

Em seu veredito, a juíza ressaltou que a versão trazida pelos réus foi de que receberam a cachorra no início de 2018, porém, em setembro, quando houve a denúncia, o animal ainda estava desnutrido. “Ou seja, houve tempo suficiente para que o animal pudesse ser devidamente tratado e alimentado, o que não ficou demonstrado nos autos”, apontou Manoelle Brasil.

Esta notícia é da Istoé

Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 4)
Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 5)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS