Canoísta que treina no Parque radical de Deodoro consegue medalha inédita para o Brasil

“Pedro Gonçalves conquistou o bronze inédito da categoria K1 na Copa do Mundo de Canoagem Slalom”.

A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Especial de Turismo e Legado Olímpico, informa que o brasileiro Pedro Gonçalves, que treina nas corredeiras artificiais do Parque Radical de Deodoro, conquistou uma medalha inédita para a Canoagem Slalom brasileira. A conquista do Bronze veio na etapa de Tacen, na Eslovênia, onde acontece a Copa do Mundo da modalidade, o primeiro evento em nível global da modalidade em tempos de Covid-19. Treinando nas instalações do legado olímpico do Rio, Pedro Gonçalves é uma das esperanças brasileiras de medalha nas Olimpíadas Tokyo 2021.

“As Corredeiras Artificiais do Parque Radical de Deodoro são um dos maiores legados esportivos da Rio 2016. A estrutura disponibilizada aos atletas é uma das melhores do mundo. Demonstrando que não somos apenas o país do futebol, esse centro de treinamento da Canoagem Brasileira em Deodoro faz parte do Legado de promover e incentivar o esporte para que possamos colher os frutos desse trabalho que nos enche de orgulho”, declara a secretária Especial de Turismo e Legado Olímpico, Camila Sousa, que informa ainda que a Seturleo está tratando com a Confederação de Canoagem uma parceria para o começo de aulas de iniciação à canoagem, totalmente gratuitas para a população, ajudando assim a formar a base para o futuro olímpico do Brasil.

O bronze de Pedro Gonçalves veio após o atleta completar a prova em 74.32 segundos, ficando 0.93s do primeiro lugar.

Pepe fez a descida mais rápida da prova, mas na penúltima baliza ele teve um toque, com isso seu tempo teve um acréscimo de 2 segundos por causa da penalidade e ficou com o bronze.  A medalha de ouro ficou com o atleta sueco Isak Ohrstrom, já o esloveno Peter Kauzer ficou com a prata. Mathieu Desnos também competiu no K1, o atleta garantiu o 17º lugar.

“Estou sem palavras, foram mais ou menos doze ou quinze anos de trabalho para hoje chegar nessa medalha, essa medalha tem uma importância gigantesca, treinando muito, contando com o apoio de muita gente, muita torcida, hoje estou aqui entre os três melhores do mundo, tem um gosto de ouro. Isso me motiva ainda mais para chegar bem em Tóquio, vou brigar por medalha, essa medalha pra mim é muito gratificante, gostaria de agradecer todo o apoio, de todos”, afirmou Pedro.

Esta informação é da Secretaria Especial de Turismo e Legado Olímpico

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Alta de casos da covid faz Paraná adotar toque de recolher à noite; medida funciona?

O governo do Paraná impôs toque de recolher noturno na região leste do Estado em resposta à escalada de casos de covid-19 que sobrecarrega...

Oito equipes vencem o Inova Senai 2020

Com propostas de soluções para demandas reais da sociedade e da indústria brasileira, estudantes do Serviço Nacional de Aprendizagem (SENAI) desenvolvem projetos inovadores ao...

Lei Aldir Blanc: comissão discute terceiro edital

A comissão responsável pelos recursos da Lei Aldir Blanc se reuniu essa semana para discutir as regras do terceiro edital, que trata da produção...

Mais de 20% das crianças estudam em escolas sem saneamento básico

Mais de 20% das crianças matriculadas em creches ou em pré-escolas do Brasil estudam em instituições de ensino sem saneamento básico. O pior cenário...