Câmara aprova MP que modifica programa Minha Casa Minha Vida

Foi aprovada nessa semana (3), na Câmara do Deputados, a Medida Provisória 996, que cria o programa habitacional Casa Verde e Amarela. O novo programa reformula o Minha Casa Minha Vida, com foco na regularização fundiária e na redução da taxa de juros. A proposta, segundo o Governo Federal, é aumentar o acesso dos cidadãos ao financiamento da casa própria.

O texto foi modificado pelo relator, deputado Isnaldo Bulhões Jr. (MDB-AL), que, entre outros pontos, especificou quais financiamentos serão incluídos no Cadastro Nacional de Mutuários e objeto de restrições a subsídios. Segundo ele, foram propostas 500 emendas para alterar o texto original.

Com a MP, o conceito de faixas de renda foi alterado para grupos. O Grupo 1 vem com famílias com renda de até R$ 2 mil. Grupo 2, famílias com renda entre R$ 2 mil e R$ 4 mil. Grupo 3, famílias com renda entre R$ 4 mil e R$ 7 mil. as diferenças entre subsídios e programas serão especificadas em regulamentação do Ministério do Desenvolvimento Regional.

A meta do programa é atender, até 2024, mais de 1,5 milhão de famílias de baixa renda com o financiamento habitacional. De acordo com a pasta, as regiões Norte e Nordeste serão contempladas com redução nas taxas em até 0,5 ponto percentual para famílias com renda de até R$ 2 mil mensais e 0,25 ponto para quem ganha entre R$ 2 mil e R$ 2,6 mil.

A MP segue agora para apreciação no Senado.

Reportagem: Jalila Arabi

Fonte: Brasil 61

ÚLTIMAS NOTÍCIAS