Cachorro acompanha dona em ambulância e aguarda mais de uma hora na porta de hospital

O técnico de Enfermagem Socorrista, Clenio Borges e o Condutor Socorrista de Veículos de Emergência, Cacio Ferrari, estavam em mais um plantão de rotina no Samu de Morro da Fumaça. Rotina até serem chamados para uma ocorrência na noite desta quarta-feira, dia 27. Eles se deslocaram até o local para atender uma mulher em surto psicótico, mas, ao tentar tocar nela para colocá-la na maca, o cachorro de estimação não deixava. “Então pedimos que ela fosse andando para evitar que ele nos mordesse”, fala Clenio.

Ele conta ainda que a paciente não queria ser levada ao hospital, até ver que o cão estava dentro do veículo. “Ela disse que já que o mascote entrou, ela iria. “A conduzimos até o Hospital São Roque e o cachorro ficou esperando na porta. Se ele não fosse conosco, correria o risco de ser atropelado ou até se perder, porque o trajeto até o hospital é longo”, relata.

Depois de cerca de uma hora e meia, os plantonistas retornaram ao hospital com outro paciente, e adivinhe quem ainda estava no local. “Coincidentemente, a mulher estava saindo com o marido e o cachorro estava na porta esperando. Assim que o marido dela abriu a porta do carro, ele o reconheceu”, diz o técnico de enfermagem.

Esta não é a primeira vez que isso ocorre com Clenio. Ele lembra de outro fato semelhante que aconteceu em Criciúma. “Transportamos o paciente até a ambulância e quando vimos tinha dois gatos dentro do veículo. Infelizmente o homem foi a óbito e parecia que os animais tinham ido se despedir. Eles ficaram inertes, parados, sem nenhuma reação. No trajeto até o hospital o paciente morreu e parecia que os gatos tinham uma grande intimidade conosco. Os animais só não verbalizam, mas entendem”, conclui.

Higienização a cada ocorrência

A cada atendimento prestado pelos profissionais do Samu, a ambulância passa por um complexo processo de higienização antes que um novo paciente utilize o veículo.

Colaboração: Marciano Bortolin / Assessoria de Comunicação

Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 4)
Erro, não existe o grupo! Verifique sua sintaxe! (ID: 5)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS