Brasil não terá horário de verão pelo segundo ano consecutivo

RIO — Pelo segundo ano seguido o Brasil não terá horário de verão, instrumento usado de 2008 a 2018 com objetivo de economizar o consumo de energia em 10 estados que registram maior luminosidade entre outubro e fevereiro.

Por decreto em abril do ano passado, o presidente Jair Bolsonaro encerrou o horário de verão após estudo do Ministério de Minas e Energia (MME) apontar que com o fim da mudança temporária o consumidor teria uma economia de R$ 100 milhões.

“Nos últimos anos, com as mudanças no hábito de consumo da população e a intensificação do uso do ar condicionado, o período de maior consumo diário de energia elétrica foi deslocado para o período da tarde, quando o horário de verão não tinha influência. Como a luz traz consigo o calor, o horário de verão também passou a produzir um efeito de aumento de consumo em determinados horários, que já superavam seus benefícios”, explicou o MME em nota na época.

A redução da economia do horário de verão começou a ser percebida e questionada em 2017, quando foi registrada uma queda de consumo da ordem de 2.185 megawatts, equivalente a cerca de R$ 145 milhões. Em 2013, a economia havia sido de R$ 405 milhões, caindo para R$ 159,5 milhões em 2016, uma queda de 60%.

Reportagem: Denise Luna/ESTADÃO

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ESTADO | Escolas estaduais começam a preparar plano

A maioria das escolas da rede estadual segue elaborando o plano de contingência para garantir que o apoio pedagógico presencial inicie com segurança para...

Apenas um projeto de lei na pauta de votação do Legislativo Orleanense

A 34ª Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Orleans sob a presidência do Vereador Antônio Dias André, aconteceu na segunda-feira, dia 19 de...

Abrale lança iniciativa para alertar sobre os sinais das leucemias

"Campanha “A leucemia parece invisível. Mas seus sintomas são evidentes" chama atenção para mudanças no corpo do paciente que podem ajudar no diagnóstico". A leucemia...

ELEIÇÕES 2020: Justiça condena WhatsApp a retirar vídeo sobre candidato a prefeito no Paraná

A Justiça Eleitoral de Cascavel (PR) condenou o WhatsApp a tirar de circulação um vídeo anônimo com conteúdo negativo sobre um dos candidatos a...