Bares e restaurantes: PBH vai apresentar plano de retomada até quarta, diz Abrasel

A Prefeitura de BH se comprometeu a apresentar até quarta-feira (29) uma revisão do plano de reabertura de bares e restaurantes na capital mineira. É o que garante a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes em Minas Gerais (Abrasel/MG).

Representantes da entidade e da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) se reuniram por pouco mais de duas horas com o Executivo municipal nesta quinta-feira (23). O encontro aconteceu após a guerra jurídica entre as partes travada nesta semana.

“Tivemos uma reunião proveitosa de mais de duas horas em que o resultado final foi o compromisso da prefeitura de revisar o seu plano de abertura, levando em consideração as sugestões do nosso plano. E que essa revisão seria apresentada à sociedade até quarta-feira”, explica o presidente da Abrasel. Paulo Solmucci.

De acordo com Solmucci, houve comparações entre os dois planejamentos – dos empresários e da prefeitura. Segundo ele, houve o compromisso entre as partes de encontrar um lugar comum, uma síntese entre os pontos defendidos por cada envolvido.

Ainda segundo o presidente da Abrasel, esse resultado está longe da proposta apresentada pelo juiz Wauner Batista Ferreira Machado. Ele foi o responsável por conceder liminar favorável aos bares, restaurantes e lanchonetes na segunda-feira (20), desde que respeitados alguns protocolos sanitários.

Tal liminar foi cassada na quarta por um recurso apresentado pela Procuradoria-Geral do Município. A decisão partiu do desembargador Gilson Soares Lemes, presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

A requisição feita pela prefeitura sustenta que a abertura dos bares “rompe com a estratégia adotada pelo município no combate ao coronavírus, permitindo a reabertura simultânea de 20.682 estabelecimentos, de forma absolutamente descoordenada”.

Reportagem: Gabriel Ronan/EM.com.br

ÚLTIMAS NOTÍCIAS