InícioNotícias do Sul de SCAtletas do Basquete de Criciúma ganham bolsas de estudo nos Estados Unidos

Atletas do Basquete de Criciúma ganham bolsas de estudo nos Estados Unidos

Jogadoras do time feminino Satc/FME de Criciúma/S.R. Mampituba embarcam dia 15 em direção à Clarendon College  

Mais um sonho realizado por meio do esporte em Criciúma. As atletas Ana Cristina Vieira e Paula Bernardo Carvalho do basquete feminino Satc/FME de Criciúma/S.R. Mampituba, conquistaram bolsas de estudo na Clarendon College, Texas. Lá as meninas irão estudar e jogar representando a universidade. 

As jogadoras treinaram desde muito cedo, tendo como objetivo conquistarem cada vez mais espaço no mundo do basquete.  Dia 15 deste mês será dado mais um passo desse sonho. A viagem já está quase aí e isso foi algo que a gente sempre planejou e sonhou desde pequena, então estamos muito felizes”, destaca Paula Bernardo Carvalho.  

Os treinos foram intensos para chegar ao objetivo, mas segundo Ana Cristina Vieira, a parceria entre as atletas sempre funcionou muito bem dando ainda mais motivação. “A gente se esforçou muito, desde o começo do ano treinando, inclusive nas férias, dando nosso melhor. Então estamos preparadas fisicamente e psicologicamente para ir pra lá”, conta. 

Segundo Luana Minotto, treinadora do time de basquete feminino de Criciúma, o projeto de mandar atletas com bolsa de estudo para o exterior já alcançou aproximadamente 10 jogadoras. “A ideia é começar a treinar as meninas desde pequenas e quando se formam a gente segue em busca de uma bolsa de estudos aqui no Brasil ou nos Estados Unidos”, explica.  

Ainda conforme a treinadora, o processo para conseguir a bolsa inicia logo após as atletas se formarem no Ensino Médio, mandando vídeos para as universidades. “A gente espera que as meninas se saiam muito bem lá, que conquistem todos os objetivos delas e que se formem na universidade se tornando atletas profissionais. Paul e Ana estão em um bom caminho e vão conseguir o que elas estão planejando”, comenta Luana. 

O empenho e dedicação das jogadoras para as competições representando a universidade já iniciaram“Não vamos poupar esforços durante os treinosVamos chegar lá querendo muito, para poder conquistar nosso espaço”, frisa Ana Cristina.

Fonte: Redação/SATC