Araranguá | Mutirão de colonoscopia na prevenção ao câncer de intestino na cidade

om o objetivo de alertar a população sobre a importância da prevenção do câncer do intestino é que o médico Rafael Ostermann, em apoio a campanha Setembro Verde, promove mutirão de colonoscopia em Araranguá, para desafogar a demanda reprimida na região. Desde julho já foram realizados mais de 200 exames, totalmente gratuitos. A expectativa é realizar até o final de setembro, 300 colonoscopias.

O câncer de intestino é o único que pode ser prevenido com um exame. A Campanha Setembro Verde é promovida pelas Sociedade Catarinense de Coloproctologia – SCCP, pela Sociedade Catarinense de Gastroenterologia – SCG e pela Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva Estadual SC – SOBED-SC.

De acordo com médico especialista em cirurgia digestiva, Rafael Ostermann, este tipo de ação é importante para conscientizar as pessoas e identificar precocemente os tumores. “Percebemos um aumento representativo na incidência entre adultos jovens, por isso é importante fazer os exames preventivos. O câncer colorretal é altamente curável quando diagnosticado precocemente”, adverte Rafael.

O câncer de colorretal já figura como o segundo tipo de tumor mais comum entre mulheres e  homens no Brasil, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA). Um dado preocupante vem gerando alerta: o aumento do número de casos em pessoas cada vez mais jovens. E esse movimento é justamente para alertar a sociedade sobre as formas de prevenção e diagnóstico da doença. Recentemente tivemos a morte precoce do ator Chadwick Boseman, de 43 anos e reforça a necessidade da queda do tabu para a realização do exame de colonoscopia.

“O câncer colorretal é altamente curável, especialmente quando diagnosticado cedo, por isso é importante a realização de exames periodicamente. Nos casos precoces, o tratamento pode ser feito por colonoscopia. A cirurgia, associada algumas vezes à quimioterapia e radioterapia, é usada como tratamento nos casos mais avançados. Os exames são indicados a partir dos 50 anos”, explica o médico Rafael Ostermann.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, é o terceiro tipo de câncer que mais mata pessoas no mundo. Desenvolve-se gradativamente por uma alteração nas células, que começam a crescer de forma desordenada sem apresentar qualquer sintoma. Por esse motivo, a detecção precoce é fundamental. Quanto mais cedo é diagnosticado, maiores são as chances de cura da doença.

Dados do INCA apontam a estimativa de 40.990 novos casos, em 2020, de câncer em SC, sendo 20.520 homens e 20.470 mulheres. Quando analisamos os números de câncer de intestino para SC, chegamos a projeção de quase 2.400 novos casos, apenas esse ano.

Os sintomas mais comuns associados ao câncer de intestino são: sangue nas fezes, mudanças recentes nos hábitos intestinais, sensação de evacuação incompleta associada a cansaço e fadiga e dores abdominais.

Atenção, pois o câncer colorretal pode se desenvolver silenciosamente por um tempo, sem apresentar sintomas. Em Santa Catarina serão realizadas diversas ações com o objetivo de disseminar informações e desmistificar a prevenção do câncer de intestino e toda a agenda pode ser acessada https://campanhasetembroverde.com.br/

Esta informação tem o Apoio Comunicação + Eventos

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Polícia Militar apreende cerca de 250 quilos de cocaína em Navegantes

Na madrugada de quarta-feira (16), por volta das 2h, policiais militares de Navegantes e Itajaí prenderam três homens por tráfico de drogas e associação...

PMSC lança campanha “Doe carinho, doe um brinquedo”

Neste mês de setembro, a Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) iniciou a campanha de arrecadação de brinquedos que serão destinados à instituições de...

MEC promete protocolo e R$ 525 milhões para retorno às aulas presenciais

BRASÍLIA – O ministro da Educação, Milton Ribeiro, disse nesta quinta-feira, 17, que a pasta irá distribuir R$ 525 milhões a escolas para preparar o...

Funerária Zapelini informa o falecimento do Sr. José Carlos Mattos

Faleceu hoje dia (18) ás 4:15  no hospital Santa Otília de Orleans aos 56 anos o senhor José Carlos Mattos, deixa esposa, 3 filhos...