Após denúncia ao Procon, Posto do centro de Laguna é interditado e gerente e frentista presos pela Civil, por venderem álcool por gasolina

Um posto de combustível foi interditado no centro de Laguna. em uma operação da Polícia Civil, Instituto Geral de Perícias (IGP/SC) e Agência Nacional do Petróleo (ANP). Funcionários do estabelecimento estavam abastecendo os veículos com etanol (álcool) como se fosse gasolina.

O caso foi descoberto na manhã de quinta-feira, após denúncia feita ao Procon da cidade. Gerente e frentista foram presos em flagrante e poderão ser condenados de dois a cinco anos de prisão, ou multa, por crime Contra as Relações de Consumo (art. 7º, VII, Lei nº 8.137/90).

o Delegado de Polícia William Testoni Batisti, que coordena a investigação, representou pela expedição de mandado de Busca e Apreensão no estabelecimento. Lá, os policiais constataram que dois bicos de abastecimento estavam sem identificação visual, registravam eletronicamente o preço de R$ 3,44 que seria cobrado por gasolina. Mas, na verdade, era abastecido etanol nos carros, cujo valor de cobrança divulgado pelo estabelecimento era de R$ 2,89. Após coleta, foi verificado o crime.

Três pessoas acabaram sendo conduzidas para a delegacia. Porém, somente o gerente do posto e o frentista foram autuados.

Fonte: Agora Laguna

ÚLTIMAS NOTÍCIAS