APAE de Pinhalzinho realiza atividades sobre empreendedorismo na pandemia

O mundo precisou se adaptar às novas realidades impostas pela pandemia da covid-19. Aulas online e acompanhamento remoto das atividades educacionais foram alternativas para não interromper o processo de ensino-aprendizagem. A educação se reinventou e aproveitou a oportunidade da mudança social para implementar novas estratégias e apresentar conteúdos diferenciados.

Exemplo disso é a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Pinhalzinho (APAE), que mesmo com o distanciamento social, tem desenvolvido com os educandos ações do Programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP), do Sebrae/SC. As atividades foram enviadas aos educandos por meio de videoaulas gravadas pelos professores e encaminhadas aos grupos de WhatsApp de cada turma.

A intenção foi proporcionar aos educandos e seus familiares a vivência de experiências colaborativas de aprendizagem por meio da educação empreendedora, incentivando-os com novas aprendizagens, apresentando novos conhecimentos e aprimorando comportamentos empreendedores. “Queremos também o contínuo desenvolvimento da autonomia, com a compreensão sobre direitos e deveres e a importância como ser social e a participação na comunidade. Por isso as propostas de ensino têm como base a formação conceitual e estimulação cognitiva”, explica a diretora Leoni Cecilia Rachor Busz, ao comentar que participam do projeto 13 turmas.

Atividade da oficina O Mundo das Ervas Aromáticas.

Aliando teoria e prática foram desenvolvidas as oficinas temáticas: O Mundo das Ervas Aromáticas, Temperos Naturais, Brinquedos Ecológicos, Locadora de Produtos e Sabores e Cores. Com essa proposta pedagógica, o Programa JEPP visa fomentar o empreendedorismo, proporcionando prática, estudo e debate; vivências e experiências colaborativas de aprendizagem; desenvolvimento de diferentes atividades que incentivem a prática do pensar; compreensão de regras e estímulo ao pensamento empreendedor, além de atividades que aprimoram habilidades.

A APAE de Pinhalzinho atende 212 educandos dos municípios de Pinhalzinho, Águas Frias, Nova Erechim, Nova Itaberaba e União do Oeste. Segundo a diretora, o JEPP é desenvolvido há quatro anos a partir de atividades correlacionadas a outros programas e outras áreas de atuação multidisciplinar. “A cada edição buscamos inovar e neste ano não foi diferente, principalmente em função das adaptações impostas pela pandemia. Mesmo com os desafios de trabalhar remotamente observamos o empenho e o envolvimento das famílias na execução das atividades propostas”, comenta.

De acordo com o gerente regional do Sebrae/SC no oeste e extremo oeste, Udo Martin Trennepohl, os resultados obtidos com o JEPP encantam a comunidade, pois aprimoram habilidades a partir de atividades lúdicas e incentivam a autonomia e o comportamento empreendedor. “A APAE de Pinhalzinho está de parabéns pelo comprometimento em proporcionar inclusão das mais diversas áreas do conhecimento”, comenta.

MB Comunicação Empresarial/Organizacional

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Chapecoense: Justiça dos EUA dá parecer favorável a indenização de R$ 4,8 bilhões a vítimas de acidente, diz jornal

O juiz Martin Zilber, da corte estadual da Flórida, nos Estados Unidos, deu parecer favorável ao pedido de indenização feito pelas famílias de 40...

Afastamento de Carlos Moisés é ‘questão de dias’, diz relator da CPI dos Respiradores

FLORIANÓPOLIS – A apreensão do celular e computador do governador catarinense Carlos Moisés (PSL) durante a Operação Pleuman, na manhã desta quarta-feira, 30, em busca de provas...

Associação Empresarial de Orleans comemora 50 anos

Fundada em 1970, a Associação Empresarial de Orleans, ACIO, chega aos 50 anos vivendo um grande momento da sua história. Ao longo do...

ENTREVISTA | Terapeuta e Iridólogo Felipe da Silva, fala de seus atendimentos em Orleans

O Consultório de Terapia Holística no centro comercial Zomer & Berger no centro de Orleans, tem recebido muitos clientes da cidade e de fora...