Alta na expectativa de vida do brasileiro (IBGE) alerta para demanda por especialistas e políticas para população idosa

A expetativa de vida do brasileiro passou para 76 anos e 3 meses. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (28), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e se referem aos índices de 2018. Se comparados ao ano anterior, a expectativa aumentou em três meses. Ainda segundo dados do IBGE, no Brasil, existem cerca de 30 milhões de pessoas com 60 anos ou mais e a estimativa é de que a população ultrapasse os 73 milhões idosos até 2060.

A Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG) chama atenção para o trabalho dos profissionais especializados em envelhecimento, indicados para o cuidado e a atenção aos idosos. Dados do Conselho Federal de Medicina (CFM) mostram que há 1.817 geriatras registrados, a maior parte (60%) no Sudeste. Sendo que há um geriatra para cada 16.511 idosos, índice muito abaixo do preconizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), de um especialista para cada mil idosos. A tendência é que esta lacuna cresça nos próximos anos.

Presidente da Geriatria da SBGG, o Dr. Carlos A. Uehara explica que a Sociedade vem dando atenção especial para esse gargalo no número de especialistas em envelhecimento e no cuidado à pessoa idosa, para que exista um interesse crescente pela área, investindo em eventos científicos e buscando o diálogo com Ligas Acadêmicas, jovens profissionais prestes a escolher uma especialização e até mesmo estudantes do Ensino Médio.

“Pelo fato de congregarmos profissionais que atuam com idosos, também participamos ativamente na construção de políticas públicas para esta parcela da população, tanto na área da saúde, quanto na área de cultura, lazer e assistência social”, explica o presidente da Geriatria da SBGG.

“As mudanças demográficas que aconteceram nas últimas décadas, especialmente a rapidez do envelhecimento populacional, impõem à sociedade medidas estratégicas para entender esse fenômeno. E são os especialistas que podem ajudar a compreender os cuidados necessários aos idosos, o envelhecimento ativo e saudável e outras questões relacionadas à velhice”, complementa a Drª Vania Herédia, socióloga especialista em gerontologia e presidente da Gerontologia da SBGG.

Por RS Press

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Governo Federal destina R$ 3 bilhões de auxílio para o setor de Cultura

O Governo Federal também estendeu a mão à cultura neste momento de crise financeira ocasionada pela pandemia. O presidente Jair Bolsonaro sancionou, no último...

Polícia Militar atende ocorrência de Dano ao Patrimônio Publico e lesão corporal

A Policia Militar de Orleans foi acionada via central de emergência para o atendimento de ocorrência de Dano contra patrimônio público e Lesão corporal...

Mais de 12,5 milhões de brasileiros estão desempregados, aponta IBGE

A taxa de desemprego no Brasil chegou a 12,9%, o equivalente a 12,7 milhões de brasileiros, aponta a última pesquisa Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de...

Polícia Civil faz operação contra tráfico de drogas e cumpre prisões em Tubarão, Laguna e Rio Fortuna

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Combate às Drogas da Capital, deflagrou, no amanhecer desta sexta-feira, 3, a operação SCURRA, cumprindo aproximadamente...