Água salinizada: estiagem, maré alta e vento sul prejudicam tratamento em Imbituba e fornecimento a parte da população é interrompido

A Prefeitura de Imbituba, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Saneamento da Prefeitura de Imbituba informa que, por conta da estiagem que atinge o Estado há meses, e com as condições climáticas atuais adversas (vento sul predominante e maré alta), o tratamento e o fornecimento de água precisaram ser interrompidos.

Por volta de 3h30 desta quarta-feira (27), o operador da Estação de Tratamento de Água (ETA) constatou um aumento da presença de sal na água. Condição que se agravou pouco tempo depois, indicando a impossibilidade no fornecimento dos serviços.

Foram realizadas manobras para o uso de água de fonte alternativa (água das cachoeiras afluentes do Rio D’uma), mas, mesmo assim, não houve redução do problema.

Neste momento, não há condições de tratamento e parte da população está desabastecida. Com a situação, a Prefeitura de Imbituba pede a compreensão da população, já que as condições climáticas precisam ser favoráveis para que os serviços sejam restabelecidos com segurança. O uso consciente da água (para quem tem caixa d’água) é fundamental neste momento.

Por enquanto, ainda não há previsão de volta à normalidade.

Com informações do Portal A Hora

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FLORIANÓPOLIS | SHRBS contesta anúncio do cancelamento do Réveillon oficial da capital

Um evento que divulga a cidade, além de atrair um enorme público durante o auge da temporada, o Réveillon oficial de Florianópolis não deveria...

AGRONEGÓCIO | Fruticultores recebem assistência técnica e gerencial para ampliar produtividade em SC

"Programa do Senar atende 180 produtores do Sul, Planalto Norte e Meio Oeste. Cultivo de pera, banana, uva, maçã, maracujá e pitaya são destaques...

Ginecologista de Florianópolis é condenado por crimes de violação sexual mediante fraude contra paciente

Vítimas sofreram abusos durante consultas de rotina. MPSC recorreu da condenação a oito anos de prisão em regime semiaberto. Um médico ginecologista, denunciado pelo Ministério...

Empresas podem destinar até 4% do imposto devido a projetos culturais

"Segunda live da série que o Fundo Social da FIESC realiza até novembro detalha como parte do imposto de renda devido por empresas pode...