Mais de 500 mil pessoas não foram tomar a 2ª dose da vacina contra a covid-19 em São Paulo

Mais de 500 mil pessoas ainda não compareceram aos postos de vacinação do Estado de São Paulo para tomar a segunda dose da vacina contra covid-19. Idosos de mais de 80 anos são a maioria entre os que não tomaram o imunizante da Fiocruz/Astrazeneca.

Os dados mostram que 501.693 pessoas que já receberam a primeira dose dos imunizantes disponíveis e ainda precisam completar o esquema vacinal, ou seja, receber a segunda dose. O total inclui 212.403 pessoas que não tomaram a vacina da Fiocruz/Astrazeneca e outros 289.290 referentes à Coronavac, do Instituto Butantan.

Mais da metade das pessoas que se enquadram nestes públicos reside na Grande São Paulo, que registra 262.286 faltosos.

Do total de pessoas que não tomaram as doses da Fiocruz/Astrazeneca, 80% são idosos de 80 a 89 anos de idade. O restante do público são profissionais de saúde.

Novos grupos na Capital

Foi antecipado para esta sexta-feira (dia 28) o início da vacinação contra covid-19 para profissionais da saúde acima de 18 anos na cidade de São Paulo. Estudantes do último ano do curso profissional em fase de estágio também poderão ser imunizados.

Esses profissionais deverão apresentar documento do conselho ou comprovante de profissão (certificado ou diploma) e um comprovante de residência da cidade de São Paulo.

Começa também amanhã a vacinação das pessoas de 40 a 44 anos com comorbidades e beneficiários do BPC (Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social).

Reportagem: Metro World News

ÚLTIMAS NOTÍCIAS