59% dos brasileiros dizem ser melhor adotar pets abandonados do que comprar

Pesquisa PoderData indica que 59% dos brasileiros defendem que as pessoas deveriam parar de comprar cães e gatos e apenas adotar pets abandonados. Outros 21% são a favor do comércio dos animais e 20% não souberam responder.

© Fornecido por Poder360

A pesquisa foi realizada pelo PoderDatadivisão de estudos estatísticos do Poder360. A divulgação do levantamento é realizada em parceria editorial com o Grupo Bandeirantes.

Os dados foram coletados de 26 a 28 de outubro, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 2.500 entrevistas em 488 municípios, nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.

Para chegar a 2.500 entrevistas que preencham proporcionalmente (conforme aparecem na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares de telefonemas. Muitas vezes, mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os brasileiros que representem de forma fiel o conjunto da população.

De acordo com o levantamento, em todos os grupos demográficos há maior percepção favorável a ideia do fim da compra e venda dos animais de estimação. No entanto, os mais ricos, que recebem acima de 5 salários mínimos, são favoráveis a continuidade do comércio.

Quem mais defende a adoção e é contra a compra de pets:

  • mulheres (65%);
  • pessoas de 16 a 24 anos (70%);
  • moradores do Centro-Oeste (66%);
  • os que só têm o ensino fundamental (62%);
  • os sem renda fixa (68%).

Quem mais acha que as pessoas não deveriam parar de comprar cães e gatos:

  • homens (25%);
  • pessoas de 16 a 24 anos (25%);
  • moradores do Norte (36%);
  • quem tem ensino superior (33%);
  • os que recebem de 5 a 10 salários mínimos (49%).

© Fornecido por Poder360

No Congresso, há projetos de lei que tratam sobre a comercialização de animais. Proposta (PLS 358/2018) do senador Rudson Leite (PV-RR) dispõe sobre a proibição da venda de animais de estimação nas vias de circulação ou em ambiente público fora de estabelecimento comercial. O texto tramita na CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania) da Casa. O relator, senador Wellington Fagundes, já apresentou parecer (299KB) favorável.

Já na Câmara, o projeto do deputado federal Fred Costa (Patriota-MG), apensado a outro projeto que visa a instituir o Código Federal de Bem-Estar Animal, proíbe da comercialização de animais em pet shops, lojas de rações, lojas agropecuárias e similares. O projeto principal está aguardando a criação de comissão temporária para tratar sobre o tema.

Adoção de pets X Bolsonaro

PoderData também verificou a percepção dos brasileiros considerando a forma como eles avaliam o trabalho do presidente Jair Bolsonaro.

No grupo que considera seu desempenho individual na Presidência como  “ótimo” ou “bom”, 59% afirmam que as pessoas deveriam deixar de comprar cães e gatos e apenas adotar pets abandonados. Outros 20% são favoráveis ao comércio dos animais.

Entre os que rejeitam o presidente, ou seja, o avaliam como “ruim” ou “péssimo”, 58% também preferem a adoção e 21% não veem problemas no comércio de cães e gatos.© Fornecido por Poder360

Em 29 de setembro, Bolsonaro sancionou a lei que estabeleceu o aumento da pena de prisão para pessoas condenadas por maus-tratos a animais.

De acordo com a nova legislação, pessoas que forem flagradas praticando atos de maus-tratos a cães e gatos podem ser condenadas a penas que variam de 3 a 5 anos de prisão. Até então, a pena prevista era de 3 meses a 1 ano de prisão. Condenados também ficam proibidos de manter novos animais.

O conteúdo do PoderData pode ser lido nas redes sociais, onde são compartilhados os infográficos e as notícias. Siga os perfis da divisão de pesquisas do Poder360 no Twitter, no Facebook, no Instagram e no LinkedIn.

Reportagem: Sabrina Freire/Poder 360

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

19ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis

Até o dia 28 de novembro acontece a 19ª Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis (SC). O evento conta com o patrocínio da Statkraft Brasil. Os filmes serão...

MUNDO | Emergência climática revela cadáveres ‘enterrados’ em geleiras

O aquecimento global tem dado sinais um tanto macabros de sua ação na natureza. As temperaturas mais altas têm revelado nas geleiras da Suíça...

Povos indígenas poderão ser incluídos na rede socioassistencial do Brasil

As famílias de povos indígenas foram inclusas, pelo Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS), nos serviços e benefícios ofertados pela rede socioassistencial. A inclusão...

Avô será indenizado após presentear neta, em suas bodas, com refrigerador estragado

Um avô que presenteou a neta, por ocasião de seu casamento, com um refrigerador entregue sem funcionar e amassado em sua lataria, será indenizado...