5 pesquisadoras brasileiras de meio ambiente que são referência internacional

Mulheres brasileiras na ciência realizam trabalhos incríveis e reconhecidos em todo o mundo. Com destaque para a área de meio ambiente, centenas de pesquisadoras do Brasil se tornaram referência internacional por conta da atuação magnífica que desempenham em alguns dos mais importantes projetos existentes no planeta voltados para a conservação da fauna e da flora.

De acordo com informações do site “Ciclo Vivo“, o Brasil ocupa lugar globalmente relevante nas ciências ambientais, um campo com grande participação feminina na coordenação de iniciativas notáveis no cuidado e estudo da natureza.

A trajetória de cinco das gigantes cientistas dedicadas ao meio ambiente brasileiro foram narradas na websérie “Mulheres na Conservação“. Com reportagens de Paulina Chamorro e fotografias de João Marcos Rosa, o site da iniciativa reúne fotos, vídeos, entrevistas, bastidores e depoimentos inspiradores do trabalho dessas heroínas.

Aqui no Hypeness, você pode conhecer um pouquinho mais sobre a carreira de cada uma delas.

Neiva Guedes, a bióloga que tirou a arara-azul da extinção

Membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza (RECN), doutora em biologia e professora da pós-graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional na Universidade Anhanguera-Uniderp, Neiva Guedes trabalha há 30 anos salvar a arara-azul.

Graças ao trabalho científico desenvolvido pela cientista e por sua equipe, a espécie saiu da lista de animais em extinção

Flávia Miranda, a zoológa que se dedicou aos tamanduás

Membro da RECN, doutora em zoologia e reconhecida por seu trabalho em defesa dos tamanduás, Flávia Miranda descobriu e descreveu, em 2017, seis novas espécies do mamífero. Por conta da conquista — que também foi a tese de doutorado da zoológa —, Flávia recebeu menção honrosa no Prêmio CAPES de Tese de 2018, uma das principais distinções acadêmicas do Brasil.

Karen Strier, a antropóloga que estuda muriquis

Um dos nomes mais importantes da primatologia no mundo, Karen Strier trabalha para entender e proteger os muriquis, pequenos primatas que habitam o solo do Brasil.

Beatrice Padovani, a bióloga apaixonada pelo mar

Bióloga e pioneira em conservação da vida marinha brasileira, Beatrice une ciência ao trabalho conjunto com comunidades tradicionais na luta pela preservação da natureza.

Patrícia Médici, a bióloga premiada por pesquisas sobre a anta brasileira

Vencedora do Whitley Gold Awards, considerada a maior premiação de conservação ambiental do mundo, a bióloga Patrícia Médici fez história pelo trabalho que desenvolveu em proteção à anta brasileira.

Redação Hypeness

Foto: João Marcos Rosa

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Boletim Covid-19 do hospital São Donato de Içara

O Hospital São Donato tem 22 leitos ocupados para tratamento de coronavírus ou suspeita: LEITOS OCUPADOS NA UTI: 10 - CASOS CONFIRMADOS (7) - CASOS SUSPEITOS (3) LEITOS OCUPADOS NA CLÍNICA:...

Estudo mostra que agricultura urbana local poderia alimentar toda São Paulo

Alimentar uma cidade como São Paulo, com seus 22 milhões de habitantes em sua região metropolitana, definitivamente não é simples – mas a solução pode...

MUNDO | Biden nomeia equipe sênior de comunicação formada só por mulheres

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou na noite desse domingo (29.nov.2020) os nomes que farão parte da equipe sênior de comunicação da...

Morre Papa Diop, autor do primeiro gol da Copa do Mundo de 2002

Morreu ontem domingo, aos 42 anos, o senegalês Papa Bouba Diop. Autor do primeiro gol da Copa do Mundo de 2002 na vitória de...